Moda, DIY, Decoração, Música, Filmes... E muito mais. ;D

HEBREUS: Educação religiosa, Educação no lar, Professores, temas e métodos de estudo

 Hebreus
A origem do povo hebreu pode ser datada por volta do 3º milênio a.C.. Os hebreus, assim como a maioria dos povos da Mesopotâmia e Oriente Médio, eram de origem semita, ou seja, descendentes de Sem. No Antigo Testamento, Sem é identificado como filho primogênito de Noé, e antepassado remoto de todo o mundo semítico, que inclui, segundo Von Stein, povos como os persas, assírios, lídios e Arameus. Abraão, o patriarca e progenitor de toda a civilização hebréia, era semita.
O idealismo religioso da educação Hebraica era o traço dominante da educação. Os estudos baseavam-se na Bíblia, os conteúdos eram História, Geografia, Aritmética e Ciências Naturais. Os métodos de ensino eram baseados na aprendizagem da memória mecânica. A educação de caráter superior visava à preparação de peritos em leis e escrituras, e a formação rabina e noviça.
 Educação Religiosa
     Começava em casa e continuava quando os filhos iam com seus pais aos cultos religiosos. No princípio o povo adorava no *tabernáeulo. mais tarde em "sinagogasi. Em todos esses lugares. as crianças podiam aprender sobre os rituais (como ofertas e sacrifícios) e do ensinamento ministrado pelos sacerdotes. levitas ou rabinos. Além disso. aprendiam sobre as Escrituras e sobre o que Deus (Javé) queria do povo judeu: e sobre as festas anuais e festivais religiosos. Participando dessas práticas religiosas. as crianças aprendiam não só sobre as tradições da nação. mas também sobre a atuação de Deus em suas vidas. Os hebreus eram proibidos de representar seu deus por meio de pintura ou escultura, pois,para eles, além de Deus ser grandioso demais para caber em uma imagem. o culto a ídolos era negado por um dos Dez Mandamentos.

Educação no lar
     A família hebraica era patriarcal, ou seja, o homem tinha autoridade sobre a esposa e os filhos. Quando um homem casado morria sem deixar filhos, um de seus irmãos era obrigado a casar-se com a viúva para gerar descendência ao irmão morto. A educação dos filhos começava por volta dos três anos, quando já sabiam falar: orações e cânticos eram aprendidos por repetição. Em casa, observavam os símbolos e práticas religiosas que propiciavam oportunidade de ensino. Os pais tinham responsabilidades definidas na educação. O pai ensinava religião. a história do povo hebreu e uma profissão. Também deveria ensiná-lo a nadar e era responsável por encontrar uma esposa para seu filho. À mãe cabia ensinar suas filhas a serem obedientes e esposas capazes. As meninas aprendiam a cozinhar, fiar, tecer, tingir, cuidar de crianças e até dirigir escravos. Aprendiam a triturar grãos e às vezes ajudavam na colheita. Deviam ter boas maneiras e alto padrão moral. Segundo o costume da comunidade judaica, as meninas tinham oportunidades educacionais formais restritas e não lhes era permitido estudar a Lei.

Professores
Os professores eram líderes religiosos – sacerdotes, profetas, ou escribas Desta forma para o povo hebreu não havia separação entre religião e educação. Os religiosos instruíam o povo nas sinagogas, mais tarde quem assumira o ensinamento e herança histórica do povo hebraico foram os profetas, criticando a injustiça e a conduta social imprópria.
Com o passar do tempo os escribas (doutores da lei) tomaram-se os responsáveis pela instrução do povo. Toda educação superior estava em suas mãos, o que ficou conhecido como um complexo sistema de educação: "a tradição dos anciãos".


Temas e métodos de estudo
Os judeus utilizavam o método de memorização de textos e palavras, desde que a criança aprendia a falar. Os alunos produziam cópias à mão com perfeição e precisão das passagens bíblicas. A leitura em voz alta era recomendada como auxilio para a memorização. Além disso, praticavam o uso de provérbios e parábolas partilhando perguntas e respostas.
Os temas de estudo centravam-se nas leis religiosas, o fato de se familiarizarem com as Escrituras no lar permitia que aprendessem a ler, escrever, além de possuírem noções de *aritmética, instrução básica de canto e instrumentos musicais, tais como flauta e harpa. Pois conhecer e praticar os costumes eram uma maneira de manter a identidade da cultura hebraica.